Blog
Leia diversos conteúdos de apoio da Conta-Mais

Como ser uma pessoa financeiramente organizada?

Já falamos dessa piada por aqui. Toda vez que falo que sou economista as pessoas dizem “então você sabe economizar?”. Pois bem, sei sim. E você também deveria saber, pois ser financeiramente organizado é conseguir fazer planos de longo prazo e não ser pego de surpresa nas eventualidades.

Todos nós corremos o risco de passar por uma crise econômica, inclusive, atravessaremos várias durante nossa vida, já que a economia é cíclica. Além disso, outras coisas negativas podem acontecer: perder o emprego, um investimento que vai mal, uma queda na demanda pelo produto/serviço que você oferece. Portanto, estar no controle, ainda que minimamente, é extremamente necessário.

Mas professor, preciso então fazer um curso de economia para conseguir administrar o meu dinheiro? Claro que não. E a dica que eu trago hoje para você está nas famosas planilhas!

O ideal é anotar todos os seus gastos em um lugar que você tenha um controle mínimo das suas receitas e despesas, assim como uma empresa faz. Mas não basta simplesmente anotar nossos ganhos e gastos, isso servirá apenas para perceber que, num determinado mês, se gastou menos ou mais do que se ganhou. O importante é utilizar esses dados de maneira mais rica, avaliando-os.

Existem várias maneiras de fazer isso, e uma vez que estiver na prática, você mesmo vai encontrar formas que se ajustam melhor ao seu tipo de gasto. Mas a primeira e mais eficiente maneira é calcular os percentuais.

“Como assim professor? Sou péssimo em matemática, não vou conseguir…”

Você vai perceber que é bem simples. Basicamente precisamos ter uma noção relativa dos nossos gastos, e pra isso, a única coisa que precisamos fazer é dividir um gasto específico ou grupo de gastos pela nossa receita total. Vou explicar:

Suponha que durante o mês você fez diversas anotações de gastos e somou 450 reais de gastos em restaurantes. Vamos supor também que seu salário seja 1650 reais. Olhando assim, avaliar se 450 é muito ou pouco é bastante relativo. Mas quanto será que os 450 reais gastos no restaurante são, em termos percentuais, com relação ao seu salário: é só dividir 450 por 1650, que dá mais ou menos 27%.

Os números enganam a gente. Pode parecer que os 450 reais representam pouco da nossa renda, mas em termos percentuais, são quase 30%. Isso significa que em um mês de 20 dias de trabalho, você precisou trabalhar 6 dias apenas para pagar o restaurante.

Utilizando essa tática, vão saltar aos olhos vários números que vão te ajudar a organizar melhor os seus gastos e avaliar se você está fazendo um bom negócio com seu dinheiro. Vale a pena calcular, por exemplo, qual o percentual do seu salário tem sido usado para pagar os parcelamentos no seu cartão de crédito, ou quanto você tem gasto em itens que você considera supérfluos.

Por fim, para concluir, como eu faço para anotar todos os meus gastos e não esquecer nenhum? Os cartões de crédito de hoje, muitas vezes oferecem aplicativos que fazem esse trabalho pra você. No meu caso, faço todos os gastos no cartão de crédito (mas deixo o dinheiro guardado para pagá-lo adiantadamente e não utilizo o parcelamento) e de quebra, ainda acumulo milhas.

Você pode aprender ainda mais sobre como funciona o dinheiro, os bancos e o mercado financeiro se tornando um assinante na Plataforma Conta Mais. Venha assistir às aulas neste link disponibilizadas gratuitamente e confira!

Te vejo lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Conta-Mais foi criada para encurtar o seu caminho no mercado financeiro. Aprenda diversos temas de forma objetiva com profissionais experientes, tudo isso com a facilidade de um ambiente digital que pode ser acessado a qualquer hora e em qualquer lugar!

CNPJ: 33.372.732/0001-61 – CONTA-MAIS