Blog
Leia diversos conteúdos de apoio da Conta-Mais

Como os bancos multiplicam o dinheiro?

O que aconteceria se todas as pessoas fossem aos bancos sacar todo seu dinheiro? Os bancos dispõem de todo esse recurso? O que aconteceria com o sistema financeiro?

Esse fenômeno chamado “corrida aos bancos” já aconteceu em alguns momentos da história e vocês podem imaginar que o resultado não foi nada bom para os bancos. O fenômeno da corrida aos bancos normalmente acontece em cenários de crise financeira, quando o público acredita que um banco pode quebrar e que poderia perder recursos. E claro, o processo da corrida aos bancos acelera a bancarrota das instituições. Por que? Porque os bancos não dispõem de todo o dinheiro depositado neles. Na realidade, o banco utiliza parte do dinheiro depositado para multiplicar dinheiro. Como assim?

Imagine que a Srta. Maria foi ao banco hoje e depositou 1.000 reais. Com base no seu histórico, os bancos sabem que a probabilidade de que pessoas saquem todo seu recurso de uma vez é muito baixa. Desse modo, os bancos podem reservar parte desse dinheiro para ficar à disposição da Srta. Maria e emprestar o resto, lucrando com isso.

Vamos supor que essa taxa seja de 50%, portanto, o banco guardou metade na forma de reservas e emprestou a outra metade. Agora suponha que o Sr. João foi ao banco tomar dinheiro emprestado e o banco decida emprestar os 500 reais daquele depósito da Srta. Maria. O Sr. João vai depositar esses 500, que ficarão 250 à sua disposição e outros 250 serão reemprestados a uma terceira pessoa, a Sra. Marta, que também vai depositar no sistema e assim por diante. Você consegue perceber o que está acontecendo?

Existe nesse sistema bancário um total de 1750 reais à disposição dessas pessoas (1000 + 500 + 250) mas o único dinheiro que efetivamente entrou nesse sistema foram os primeiros 1000 reais da Srta. Maria. É assim que os bancos comerciais são capazes de multiplicar recursos no sistema financeiro e, por esse motivo, passam por uma regulação específica pelo Banco Central do Brasil.

Se o Banco Central não tivesse controle na multiplicação destes recursos, nada poderiam fazer em um cenário em que a inflação estivesse em alta e eles precisassem, de alguma maneira, reduzir a demanda das pessoas que, neste caso, estaria sendo a causa da alta nos preços.

O nome desse controle da oferta de moeda pelo Banco Central é Política Monetária, mas isso é tema para uma outra conversa.

E enquanto você espera o próximo texto, o que acha de conferir as minhas aulas de Economia neste link aqui na Conta-Mais?

Te vejo lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Conta-Mais foi criada para encurtar o seu caminho no mercado financeiro. Aprenda diversos temas de forma objetiva com profissionais experientes, tudo isso com a facilidade de um ambiente digital que pode ser acessado a qualquer hora e em qualquer lugar!

CNPJ: 33.372.732/0001-61 – CONTA-MAIS